Ibero-Amerikanisches Institut
Preussischer Kulturbesitz


Escada




Bolsas

A fotografia mostra um livro aberto e ao lado a mão do leitor segurando uma caneta.

O Instituto Ibero-Americano concede a cada ano entre dez e doze bolsas para estadia de investigação de um a dois meses em Berlim. Seu objetivo é proporcionar aos bolsistas a possibilidade de avançar em projetos inovadores vinculados com a linha de investigação do IAI, participar em um diálogo interdisciplinário com os investigadores do Instituto e com outros investigadores visitantes, utilizar os fundos e as coleções especiais do Instituto, apresentar e discutir os resultados de seus trabalhos em nosso colóquio de investigação e manter contato com colegas na Alemanha. A concessão das bolsas de estudo se realiza através de uma chamada para o concurso anual por parte do Instituto Ibero-Americano.

Para 2022, serão considerados projetos dedicados a analisar o esquecimento como um componente da produção de conhecimento e da transferência cultural na América Latina no passado e no presente, a partir das perspectivas da antropologia cultural e social, arqueologia, história, ciências sociais e estudos literários e culturais.

Que a memória (individual e social) é um fator chave na produção e transmissão do conhecimento é indiscutível. Por milhares de anos, os seres humanos têm usado técnicas para melhorar a memória, ou pelo menos para aumentar a capacidade de gravação ou armazenamento e acesso a dados e informações: de pinturas rupestres a grandes bancos de dados. Nas últimas décadas, esta capacidade de armazenamento e recuperação cresceu exponencialmente graças ao uso global das tecnologias da informação. Assim, parece que chegamos a uma situação em que a existência contínua do conhecimento acumulado está a salvo de qualquer perigo. Neste horizonte, o esquecimento - sempre negativo - seria reduzido ao nível dos sujeitos individuais.

Esta percepção, paradoxalmente, "esquece" que todo processo de registro e preservação implica uma seleção de experiências e informações valorizadas como relevantes para a memória e o conhecimento individual e social, hierarquizando-as com respeito a uma quantidade incalculável e incontrolável de experiências e informações. Além disso, a incorporação de novos conhecimentos e práticas implica, ou mesmo exige, o esquecimento, inativação ou negação de conhecimentos e práticas anteriores. Ações também podem ser acrescentadas para esconder, selar, remover da vista e assim remover da memória coisas tangíveis e intangíveis e assim ativamente criar um "esquecimento".

Esquecer é funcional e até mesmo necessário para o conhecimento, e, portanto, não deve ser visto em termos exclusivamente negativos. O esquecimento está associado à falta de sentido, ao lixo e aos escombros, mas é, no final, histórico e pode aparecer novamente, em diferentes circunstâncias históricas. Neste contexto, seria importante distinguir, ou talvez não distinguir, esquecendo da repressão, o que desaparece para sempre do que reaparece.

Com base nestas reflexões, solicitamos a apresentação de projetos de pesquisa dedicados a desvendar as características, significados e funções do esquecimento como componente da produção de conhecimento e transferência cultural na América Latina. O objetivo não é analisar processos de memória ou recuperação, mas contribuir para a compreensão crítica do esquecimento de si mesmo, de sua importância e da impossibilidade de dissociá-lo da dinâmica cultural e do conhecimento da América Latina no passado e no presente.

O requisito mínimo para apresentar uma candidatura é já ter o diploma de graduação e ter iniciado um doutorado no momento da aplicação. O valor mensal das bolsas é de 1.000,- € para estudantes de doutorado, 1.300,- € para pessoas com título de doutor/a ou qualificação equivalente e 600,- € para pessoas que não precisam uma bolsa completa devido a seus outros rendimentos. Além disso, diponibiliza-se uma ajuda para custos de viagem (no valor máximo de 800,- €).

A apresentação é feita exclusivamente por e-mail para o endereço <becas@iai.spk-berlin.de> e inclui a seguinte documentação:
•    Formulário de candidatura completo;
•    Curriculum vitae;
•    Lista de publicações do candidato (caso as tenha);
•    Certificados de estudo e títulos acadêmicos;
•    Duas cartas de recomendação de professores universitários, namedida do possível, com uma avaliação clara do projeto apresentado. Ascartas de recomendação são imprescindíveis para estudantes de doutorado. As cartaspodem ser enviadas junto com o resto da documentação.Também serão aceitas as cartas enviadas diretamente pelos professores aoIAI, desde que essas sejam recebidas dentro do prazo estabelecido.
•    Apresentação detalhada do projeto de acordo com a seguinte estrutura:
1) Definição do tema e dos objetivos da investigação;
2) Justificativa do projeto proposto em relação à temática da chamada;
3) Estado do objeto e descrição da metodologia de trabalho;
4) Estado em que se encontra atualmente a investigação;
5) Objetivos específicos da estadia no IAI;
6) Bibliografia.

A apresentação detalhada do projeto não poderá ultrapassar 12 páginas (tamanho da letra 12 e espaço 1 e meio). O tamanho de um e-mail não deve exceder 5 MB. O formulário de candidatura e todos os outros documentos podem ser apresentados em alemão, inglês, português ou espanhol. As candidaturas que não se enquadram nestes requisitos não serão avaliadas.

O prazo de candidatura para as bolsas de estudo correspondêntes ao ano 2022 expira em 20 de agosto de 2021.

A decisão sobre a concessão de bolsas de estudo para o ano de 2022 será realizada até ao final de outubro aproximadamente. Informaremos as candidatas / os candidatos sobre o resultado do processo de selecção por e-mail.


Contato

Diretor Científico
Dr. Peter Birle
becas@iai.spk-berlin.de

Bolsistas 2021

Andrade, Francisca Marcela (Museu Nacional-UniversidadeFederaldo Rio de Janeiro, Brasil): A criação de mundos-tempos apartir dosrituais afro-cubanos: tecnologias sonoras e visualidadesAbakuás

Araneda Riquelme, José Joaquín (Scuola NormaleSuperiore, Pisa, Italia): Mensajeros del Imperio. Una historia social dela comunicación en el Chile del siglo XVII

Cadenas Erazo, Mónica Patricia (Universidad Andina Simón Bolívar, Quito, Ecuador): Activismo judío en el socialismo peruano (1925-1930)

Carballo Sánchez, Willian(Universidad Abierta de Cataluña, Barcelona, España): Representacionesmediáticas de las maras salvadoreñas y consumo y apropiación de esoscontenidos entre jóvenes salvadoreños no pandilleros

Gentilezza, Laura(Université Paris Est, Francia): Tres proyectos intermediales en elcampo estético-literario del Cono sur. Tensiones y transferencias en unaliteratura zonal. Ronsino, Celedón y Läufer.

Migueláñez Martínez, María(Univesidad Carlos III, Madrid, España): La edición anarquista enAmérica. Los buenos libros y su circulación transfronteriza en elmovimiento libertario continental (1890-1939)

Mora Méndez, Noraedén(University of Southern California, Los Angeles, USA): Passages in theMargins: Encountering the Multiple Across Art and Literature in UntimelyVenezuela

Rodríguez Alfonso, Adriana (Universidad de Salamanca, España): Redes intelectuales y campo cultural: el grupo literario Shanghái

Rueda Ramírez, Pedro (Universidadde Barcelona, España): El librero e impresor Tomás López de Haro: Redesde intercambio cultural y mercado del libro entre Sevilla y NuevaEspaña en el siglo XVII

Vasconcellos, Caio Eduardo Teixeira (Universidade Estadual de Campinas, Brasil): A ascensão melodramática de Jair Bolsonaro

Yamasaki, Eriko (UniversitätBonn, Alemania): Biocultural diversity conservation at the intersectionof everyday practice and digital activism: Environmental sustainabilityand language maintenance in the Yucatan peninsula, Mexico

Bolsistas 2020

Campaña Carrera, Pablo (Pontificia Universidad Católica del Ecuador, Quito , Ecuador): La Amazonía en el debate sobre cómo aplicar la Reforma Agraria entre Estados Unidos y los Estados amazónicos en la década de 1960

Cortés, Martín (Universidad de Buenos Aires, Conicet, Argentina): El marxismo, entre América Latina y Europa. El caso de la “Unidad Popular” en Chile (1970-1973) y su impacto en las izquierdas europeas

Erker, Linda (Universität Wien, Österreich): Wissenschaftsmigration und Wissenstransfer zwischen Österreich und Lateinamerika (1930–1970)

Fornet Gil, Jorge (Casa de las Américas, La Habana, Cuba): Viaje a La Habana. Escritores en busca de una Revolución

García, Carla Guillermina (Universidad de Buenos Aires, Conicet, Argentina): José de Mesa y Teresa Gisbert en la expansión de la historiografía artística en Sudamérica. Escenarios locales, redes editoriales y especialización de saberes en perspectiva transregional

Genova, Thomas (University of Minnesota, Morris, USA): Borders of Brazil: Euclides da Cunha and ‘Latin America.’

Gerards Iglesias, Simon (Universität Bremen, Deutschland): Die ‚soziale Frage‘, die ILO und ‚Concordancia‘ in Argentinien: Eine transnationale Perspektive auf Sozialpolitik, 1919-1943

Gómez Lee, Martha Isabel (Universidad Externado de Colombia, Bogotá, Colombia): Coproducción con los pueblos indígenas de las políticas de acceso a los recursos genéticos en Colombia (2017-2019). Una mirada desde una gestión sustentable, de diversidad biocultural y “buen vivir”

Miranda, Jaquelina (Universidad Nacional del Rosario, Argentina): Sujetos en tránsito y desplazamientos nómades en la narrativa latinoamericana del siglo XX

Pérez Ricart, Carlos Alfonso (University of Oxford, UK): La historia global de la policía mexicana: circulación de prácticas y modelos organizacionales

Picas, Mathieu (Universidad de Barcelona, España): Reapropiaciones del patrimonio arqueológico en tierras mayas: los lugares sagrados como espacios vividos y de visibilización sociopolítica

Rojo Jiménez, María Esperanza (Universidad de Sevilla España): La acción cultural de las compañías petroleras extranjeras en Venezuela. Una perspectiva comparada, 1939-1973               

Sampaio Caldeira, Ana Paula (Universidade Federal de Minas Gerais, Brasil): Intelectuais, instituições e práticas historiográficas. Intercâmbios culturais entre Europa e América Latina nas últimas décadas do século XIX         

Santos, Patrícia da Silva (Universidade Federal do Para, Brasil): Documentos de cultura, documentos de barbárie: viajantes alemães na Amazônia do século XIX



2021 || Ibero-Amerikanisches Institut Preussischer Kulturbesitz
http://www.iai.spk-berlin.de/